Postado em 18/05/2016 00:00:00

Redenção vai sediar etapa do Rally da Pecuária

Técnicos já percorreram cerca de 40 mil quilômetros em todo o País desde o início da expedição.

A Equipe 6 do Rally da Pecuária vai estar percorrendo os municípios de Xinguara, São Félix do Xingu e Redenção, no sul do Pará, com o objetivo de avaliar áreas de pastagens e realizar entrevistas com produtores.

 

Em Redenção, o Rally estará realizando amanhã, sexta-feira, 20, às 18h, o evento técnico gratuito, Pecuária Eficiente para pecuaristas da região, com palestra de Maurício Palma Nogueira, coordenador do Rally da Pecuária e sócio da Agroconsult, sobre mercado, perspectivas e resultados esperados por nível de produção para cria, recria, engorda, ciclo completo e confinamento.                

O evento contará ainda com a participação de representantes dos patrocinadores da expedição - Banco do Brasil, Fertilizantes Heringer, Phibro Animal Health, Merial, Dow AgroSciences e BM&FBOVESPA, que abordarão temas que impactam nos resultados da pecuária de corte, como: importância e resultados com a melhoria da estratégia nutricional do rebanho; programas adaptados para melhorar a sanidade; correção, adubação e aumento da produtividade das pastagens; importância do controle de invasoras e pragas; garantia das margens com ferramentas de comercialização; estratégias financeiras e oportunidades de linha de crédito.

Campo: No campo, os técnicos do Rally conduzirão entrevistas qualitativas e quantitativas com produtores para levantar, entre outros dados, áreas de pastagem e de agricultura em cada propriedade, total de cabeças de gado, estratégias nutricionais, confinamento, índices de fertilidade, natalidade e mortalidade, manejo da sanidade do rebanho, uso de insumos tecnológicos nas pastagens (defensivos, corretivos e fertilizantes) e comercialização de animais, realizando levantamento completo, in loco, das áreas de cria, recria, engorda e confinamento.    

Com o intuito de gerar conhecimento e criar parâmetros que possibilitem aos pecuaristas ter mais eficiência e preservar a renda dos próximos anos, o Rally fará entrevistas com produtores e ampliará a pesquisa com consultores independentes e os alocados em empresas de insumos, técnicos e pesquisadores.

“Assim como fazemos com produtores, nosso relatório será oferecido a esse público como contrapartida pelo apoio no preenchimento de questionário”, diz o coordenador do Rally da Pecuária, Maurício Palma Nogueira.

O relatório para os técnicos e produtores trará uma novidade esse ano: a comparação dos índices médios de produtividade da parcela com melhor desempenho com a média geral. Para garantir essa análise, será necessário repetir o desempenho de 2015, quando 700 produtores preencheram o questionário, que funciona como uma nova metodologia que busca melhorar a qualidade das informações sobre a pecuária de corte brasileira e também estará em campo, com visitas a cerca de 150 propriedades e pesquisas específicas.

 

 

Nas pastagens, o foco será avaliar o índice de degradação e historiar o manejo nos últimos anos.  No total, serão percorridos cerca de 60 mil quilômetros, com a realização de 13 eventos para discutir tendências de mercado, cenários e iniciativas para aumentar a rentabilidade na pecuária, em tópicos como sanidade, nutrição, controle de invasoras, índices zootécnicos (reprodução), garantia da fertilidade do solo, qualidade das pastagens, estratégias de hedge, confinamento etc.

Publicidade
250 x 90
Publicidade
250 x 90
Publicidade
250 x 90
Publicidade
250 x 90