Postado em 15/06/2016 00:00:00

Câmara abre CPI para investigar denúncias graves envolvendo prefeito Carlo Iavé

A Câmara Municipal de Vereadores de Redenção instaurou na última terça-feira (14) uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar denúncias feitas pelo ex-secretário de Administração, advogado Arnaldo José Jacinto, em depoimento na Delegacia de Polícia Civil de Redenção.

No seu depoimento, Jacinto cita que haveria irregularidades no sistema de compensações no pagamento de ISSQN (Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza) envolvendo grandes empresas do município. 

 

Outra situação que será investigada pela CPI é a referência que o secretário faz de uma ligação telefônica realizada por volta de 11h50 no dia 30/12/2015 entre o Prefeito Vanderlei Coimbra e o vice-prefeito Carlo Iavé apontando um valor de R$ 1.500. 000,00 (Um milhão e quinhentos mil reais) e também um possível depósito feito na conta do atual prefeito, no valor de R$ 120.000,00 (cento e vinte mil reais) que teria sido depositado pela ex-secretária de finanças do município Tânia Bartolomeu Alves.

A CPI aberta na Câmara teve assinaturas dos vereadores Leonardo da Saúde, Pedro Lima, Luciano Duarte, João Lucio e Lázaro Marinho.                              A composição da CPI seguindo o regimento da Câmara foi formada por três vereadores: Lázaro Marinho (presidente), Luciano Duarte (relator) e Pepeto (membro).

 

Segundo o vereador Luciano Duarte (relator da comissão) os envolvidos serão convocados a depor.

Publicidade
250 x 90
Publicidade
250 x 90
Publicidade
250 x 90
Publicidade
250 x 90