Postado em 29/06/2016 00:00:00

Comitiva foi em busca de informações sobre o Luz Para Todos em Belém

Uma comissão de moradores das Colônias Serra Azul e Rio Preto e Agropecus II localizadas no município de Santa Maria das Barreiras, comandada pelo prefeito José Barbosa de Faria, o popular Mussum, e o deputado estadual João Chamon(PMDB), participou de duas importantes reuniões que tratou sobre o programa Luz Para Todos.

As reuniões aconteceram na sede da Rede Celpa e Eletronorte, em Belém. Na rede Celpa a comitiva formada pelo presidente da Associação dos Pequenos Produtores da Colônia Serra  Azul, do morador Paulo Combate e do representante da Associação da Agropecus II, Euripesdes Pereira Santana e representantes da Imprensa, conversou com a engenheira elétrica e gerente de relacionamento, Priscila Fagundes, com Augusto Dantas, diretor executivo da Celpa e Ezion Geber, gerente de expansão da Rede Celpa na região do sul do Pará.

 

Na reunião foi apresentado um relatório das famílias que estão sendo beneficiadas com o Luz Para Todos na Colônia     Serra Azul e algumas que deixaram de ser atendidas na  etapa de execução da implantação do programa na Serra Azul. Durante a conversa o diretor Augusto Dantas, garantiu a ida de técnicos da Rede Celpa ao município de Santa Maria das Barreiras, que vão fazer um levantamento das famílias que já foram beneficiadas com o programa e aquelas que ficaram fora do programa.

Dantas garantiu que o Programa Luz Para Todos, não sofre influência política de nenhuma agremiação partidária e que a energia é levada mediante a aprovação do Comitê Gestor.  A declaração  desfez a conversa de alguns pré-candidatos a prefeito e vereador que andaram dizendo que possuem influência dentro dos órgãos e que foram os responsáveis pela implantação da energia no município. 'Eu afirmo que a Rede Celpa, obedece o que foi votado pelo Comitê Gestor   e a energia do Luz Para Todos, só vai para a região que o Comité designar, não temos interferência de nenhum político nesse programa', disse Dantas.

Morador da Colônia Agropecus II, o agricultor  Eurípedes Pereira Santana, disse que as reuniões desmentiram a conversa de alguns políticos, que andaram pela região dele dizendo que se caso forem eleitos a energia chegará mais rápido nas casas. 'Foi bom essa vinda aqui em Belém, pois deixou bem claro que a coisa é bem diferente das promessas que estão sendo feitas na nossa região, sei que a energia só vai para uma região com a aprovação do Comitê Gestor, não adianta ficar enganando o povo não', disse Eurípedes.

A reunião na Eletronorte, o prefeito Mussum, pediu informações sobre quando algumas famílias que residem na região da Agropecus II que ainda não foram contempladas com a energia serão beneficiadas. “Nessa região cerca de 70 famílias, ficaram sem energia, sendo que a energia já foi implantada na região, muitas delas residem a poucos metros da rede principal e mesmo assim ficaram de fora do programa', interrogou Mussum.  

O coordenador estadual do programa na Eletronorte Luís Fernando  Garliza, disse que um erro da coordenação na hora de passar para a Rede Celpa as informações das regiões contempladas e as famílias da Agropecus II acabaram sendo prejudicadas. Garliza, garantiu que um outro projeto será apresentado no Comitê Gestor incluindo as quase setenta famílias  que ficaram de fora da etapa de implantação de energia na região. 'Houve um erro de comunicação da  nossa parte e as famílias ficaram de fora, mas vamos procurar corrigir o erro incluindo essas famílias  nas próximas etapas', garantiu Garliza.         

(Dinho Santos)

 

 

Fonte: NOSSO JORNAL – PÁG 04
Publicidade
250 x 90
Publicidade
250 x 90
Publicidade
250 x 90
Publicidade
250 x 90
Publicidade
250 x 90