Postado em 23/08/2017 12:00:00

Bandidos assaltam funcionários da Secretaria de Ação Social e fogem em carro da Câmara Municipal de Marabá

Um assalto com características de cinema deixou diversos funcionários públicos em pânico nesta manhã, em Marabá. Três bandidos armados promoveram um arrastão na Secretaria Municipal de Assistência Social (Seasp), fizeram um funcionário da Câmara Municipal de Marabá refém para fugirem em carro oficial e ainda entraram no Shopping Pátio Marabá para se esconderem.

Os homens chegaram na Seasp, na Travessa Ubá, no Bairro Agrópolis do Incra, por volta das 10 horas e assaltaram dezenas de pessoas, já que no local trabalham pelo menos 40 servidores. Apontando as armas para as cabeças das vítimas, os assaltantes passaram por todas as salas recolhendo joias, dinheiro e aparelhos celulares, além de equipamentos eletrônicos, como notebooks e HDs.
                                
Testemunhas relatam que os assaltantes perguntavam “quem é a vereadora?”. No local, trabalha a ex-vereadora Julia Rosa, coordenadora de assistência da mulher. No momento do assalto, a secretária responsável pela pasta, Nadjalucia Oliveira Lima, estava em uma reunião do Conselho Municipal da Mulher e relatos apontam que eles também questionaram se ela era “a vereadora”.

Dela os bandidos retiraram anéis e os brincos que utilizava sob a mira de uma arma. Uma servidora passou mal em decorrência da ação e precisou ser socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), sendo encaminhada para o hospital. Na fuga, eles renderam um funcionário da Câmara Municipal de Marabá e ordenaram que ele desse fuga para o trio.

Em depoimento ao Portal Correio de Carajás, o servidor disse que retornava do Ministério Público Estadual, onde fora entregar um documento, e passava em frente à Seasp quando dois homens apontaram uma arma na frente do carro e o obrigaram a parar. Os três entraram com mochilas e um deles colocou o revólver na cabeça do motorista, o obrigando a dirigir em direção à Rodovia Transamazônica (BR-230).

Nervosos, eles ameaçavam atirar em outros veículos que se aproximavam, achando que estavam sendo perseguidos. Antes do Km 6, obrigaram o motorista a deixá-los na porta do Shopping Pátio Marabá, onde entraram com os objetos roubados e as armas. “Eu dirigia com medo, apesar de tentar me acalmar. Nunca tinha tido um revólver apontado para minha cabeça. Aqueles momentos pareceram longos demais”, diz o servidor público, ainda abalado.

A Polícia Militar cerca o prédio neste momento. Na Seasp, ao menos 20 aparelhos celulares foram roubados. A secretária municipal seguiu para a Delegacia de Polícia Civil para registrar boletim de ocorrência.
 (Luciana Marschall e Ulisses Pompeu)

Fonte: Blog do Dinho Santos
Publicidade
250 x 90
Publicidade
250 x 90
Publicidade
250 x 90
Publicidade
250 x 90